Solidão

Atualizado: 30 de Mar de 2020

De qual tipo de solidão você sofre? Sua rede de relações foi rompida e você não tem ninguém para se vincular, ou está em meio a uma multidão e se sente só, tão só?



Penso que isso seja indiferente, já que o que vale é como você se sente e como tem vivido a experiência da solidão.


Na atualidade podemos encontrar pessoas que relacionam se, muito bem com os aspectos tecnológicos, e até conseguem fazer algum vínculo com outras pessoas quando mediados por equipamentos eletrônicos, porém na hora do encontro físico, parece que a coisa trava, o toque humano se torna invasor, intrometido, descontrolado e desconfiado.


Ao começar pela infância, alguns pais substituem sua presença por brinquedos, dizem não ter tempo para brincadeiras e cuidados com os filhos; encontramos “crianças abandonadas” dentro de lindas casas e cercadas por caríssimos brinquedos.


E quando falamos de adultos vorazes por sexos e relacionamentos efêmeros? Estes podem procurar relacionamentos de consumo passageiro, o outro “ser humano” pode “valer’ como maço de cigarro ou uma garrafa de cerveja, algo de imediato prazer.


Quiçá quanto maior o consumo de seres humanos, menores são as chances de relações intensas, duradouras e significativas; seria possível, estar sendo formada uma geração SOLITÁRIA que consome gente?


Você se sente só, desacompanhado e solitário? Procure, vincular-se a uma rede física de pessoas, acreditamos que são diminuídas as desordens mentais quando a pessoa está inserida em grupos relacionais e afetivos.


Uma dica para começar, são grupos de serviço voluntário, onde com suas habilidades naturais ou profissionais, você poderá oferecer gratuitamente serviços à comunidade, certamente você conhecerá novas pessoas, juntará forças com outras e poderá promover o nascimento de uma nova esfera em sua vida.


Você também pode procurar um grupo de apoio psicológico, ou um profissional para compartilhar sua história de vida, e juntos pensar em estratégias para o rompimento de sua atual circunstância em busca de saltar para fora desse mecanismo de solidão que te faz sofrer..


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo